O que é o LINCE?

O que é o LINCE?

Laboratórios Interativos Nômades para Criatividade e Experimentação

Criado em 2014, o Projeto LINCE (Laboratórios Interativos Nômades para Criatividade e Experimentação) é um coletivo cultural que realiza ações arte-educativas em diferentes espaços públicos periféricos da cidade de São Paulo com o foco em disseminar as potencialidades criativas da utilização de tecnologias contemporâneas, proporcionando uma relação sensível com os dispositivos tecnológicos.

Organizado e concebido por Vanessa Pereira e Francisco Arlindo Alves, o coletivo prevê em suas ações a ocupação de praças, parques, centros culturais, escolas e ONGs com vivências, instalações artísticas, mostra de filmes, cursos e oficinas gratuitas voltadas a diversas faixas etárias abrangendo grupos de crianças, jovens, adultos e idosos.

O projeto tem entre seus objetivos a desmistificação da tecnologia, o enfrentamento da concentração geográfica de ações e espaços culturais na cidade, a cultura livre, as tecnologias livres e o desenvolvimento de um olhar crítico através da tecnologia e da arte.

Sobre o Projeto LINCE from Francisco Arlindo Alves on Vimeo.

A palavra Lince, segundo o Dicionário Michaelis possui os seguintes significados: Mamífero felídeo, […] por cuja vista penetrante dele diziam os antigos que enxergava através das paredes. […] […] Constelação do hemisfério boreal. Pessoa perspicaz, inteligente […].

1 ANO EM 1 MINUTO – L.I.N.C.E. (Laboratórios Interativos Nômades para Criatividade e Experimentação) from Francisco Arlindo Alves on Vimeo.

O projeto já realizou atividades por bairros de São Miguel Paulista, Itaim Paulista, Itaim Paulista e Itaquera, além de ações pontuais de maneira voluntária ou com o apoio de instituições culturais públicas no Jaçanã, Capão Redondo, Brasilândia, dentre outros bairros periféricos. Estas ações buscam promover circulação dos moradores por diferentes praças de sua região, provocando deslocamentos fora dos fluxos convencionais centro x periferia, com intuito de reforçar a ideia de pertencimento por meio do exercício do olhar pelo seu entorno.

LINCE no Largo do Rosário na Penha em São Paulo
Lince no Parque Chico Mendes na Vila Curuçá Velho no Itaim Paulista, zona leste de São Paulo
Global Game Jam, maratona internacional de desenvolvimento de jogos organizada pelo LINCE na OC Maestro Juan Serrano na COHAB Taipas, extremo norte de São Paulo
mostra_de_filmes_reciclaveis
Filmes da Mostra de Filmes Recicláveis

Nos anos de 2015 e 2016, o projeto foi contemplado pelo Edital Redes e Ruas – Inclusão, Cidadania e Cultura Digital da Prefeitura de São Paulo.

Desde 2018, o LINCE também tem atuado sobre questões relacionadas aos refugiados no Brasil por meio de parceria com Centro de Referência de Refugiados no centro da capital paulista.

Em 2019 o coletivo elaborou  a instalação artística “Desenhos sonoros: refugiados e identidades em fluxo” que vivencia a troca intercultural provocada pela presença de imigrantes refugiados na cidade de São Paulo.

Também foi realizado um trabalho de capacitação em edição de vídeo para equipe de comunicação da entidade, junto com a produção de um vídeo direcionado aos próprios refugiados abordando seus direitos e benefícios legais. São apresentados os programas de acolhimento, proteção e integração local oferecidos pela Cáritas Arquidiocesana de São Paulo (CASP).

O principal foco do coletivo é transformar espaços em pontos de convergência onde toda a potência de indivíduos e grupos pode ser mobilizada por meio das formas participativas de auto-expressão digitalmente mediadas, que tendem a tornar exponencialmente nossa paisagem social mais cidadã pela apropriação de diferentes mídias, tecnologias e/ou linguagens artísticas.

Deixe uma resposta